Exercício Físico Junto com a Psicologia São Aliados Para Ajudar no Tratamento da Depressão.

Por: Ana Fonseca
Psicóloga – CRP 06 / 126467

Cuidado com o tédio e apatia sem fim, pode ser depressão.

A depressão será a doença mais comum em 2.030 segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), e que vai além de uma tristeza profunda.

A depressão é uma perturbação mental comum que apresenta humor deprimido, perda de interesse ou prazer, sentimento de culpa ou baixa autoestima, perturbações do sono e do apetite, baixa energia e pouca concentração. Estes problemas podem tornar-se crónicos ou recorrentes e deixar prejuízos substanciais na capacidade do indivíduo para exercer as suas atividades diárias (World Health Organization [WHO]).

O que ocasiona esta perturbação mental é uma combinação de diversos fatores sendo estes biológicos, psicológicos e ambientais, assim como resultado há alterações nos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor número a dopamina) e seus receptores cerebrais envolvidos na sensação de bem-estar.

Importante quando se percebe os sintomas que se assemelham a depressão é buscar ajuda de bons profissionais da saúde e se assim diagnosticado, seguir o tratamento que é singular para cada indivíduo. O mais eficaz inicialmente é a combinação de acompanhamento psicológico e psiquiátrico.

Portanto o psicólogo em sessões de psicoterapia irá trabalhar com o conceito de que as cognições (pensamentos) possuem influência direta sobre as emoções. Nela o psicólogo ajuda o indivíduo identificar as causas da depressão e fornece mecanismos e técnicas para que o paciente consiga controlar as crises e os sintomas colaborando para o reequilíbrio cerebral. E o psiquiatra, poderá receitar medicamentos antidepressivos, para que ocasione alterações nos neurotransmissores, promovendo o reequilíbrio químico no cérebro.

Quando começar a ocorrer o reequilíbrio o paciente será orientado a otimizar seu tratamento, um deles é o exercício físico, pois esta atividade colabora diretamente na sensação de bem estar e consecutivamente no humor ajudando a manter o equilíbrio dos neurotransmissores.

ANA FONSECA
Psicóloga – CRP 06 / 126467

Bacharel Psicologia pela Universidade São Francisco
Desde 2010 atua na área da Psicologia
Atualmente trabalha com Psicologia Clínica, Psicoterapia Breve, Arte Terapia, Orientação Profissional. Onde a psicoterapia permite transformações profundas da pessoa, com resultados evidentes em diversas situações.
Experiência em Psicologia Hospitalar trabalhando os aspectos psicológicos em torno do adoecimento. Ela não trata apenas das doenças com causas psicológicas, mas sim dos aspectos psicológicos existentes em toda e qualquer doença, que envolve a tríade paciente, familiares e ou acompanhantes e profissionais da instituição envolvidos. .
Psicologia Organizacional e Institucional (Sistema Penitenciário) elaborando projetos e avaliação de testes, provas, ações de treinamento, desenvolvimento e educação (TD&E), no planejamento de gestão de pessoas, na seleção de profissionais, em planos de ascensão profissional e na orientação de carreira. Em termos de bem-estar, criação de programas de qualidade de vida, na prevenção de doenças ocupacionais, na formulação de estratégias para melhoria do clima organizacional e da satisfação dos empregados. Além disso, a participação em projetos estratégicos dos diversos setores da organização é essencial para identificar e reduzir possíveis impactos negativos na vida das pessoas, bem como para potencializar efeitos positivos.

ONDE ENCONTRAR A PROFISSIONAL:
Atendendo em Bragança Paulista e região crianças, adolescentes e adultos.

cartao ana

Fone: 11 9 9699 9544
acffpsicologa@gmail.com

www.boardfitness.com.br

contato@boardfitness.com.br

11.9.4542-5990 (São Paulo) Prof. Fernando Fonseca

19.9.9190-0753 (Campinas) Prof. Mateus Benelli

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *